Grupo de Jovens de Anjo

Vós sois o Sal da Terra a luz do mundo: no Evangelho de Marcos 9, 50

Não é impossível ter um namoro santo!

Deixe um comentário

A Paz de Cristo meus queridos irmãzinhos!

Esta semana vi um post no Central Católica , o que fala de um casal jovem que consegue ter um namoro santo e sobre a revolução sexual, que me faz lembrar que hoje em dia muitos adolescentes já não acreditam que isso seja possível!
Então achei bom postá-lo também no meu blog, pois é um bom exemplo para todos nós, além de nos relembrar que não é a relação sexual que deve ser a base de um namoro ou casamento, mas sim o verdadeiro amor um pelo outro.
Leia a seguir:

 Depois da Revolução Sexual, jovens optam pela castidade no namoro

O final do século XX foi marcado pela vontade da juventude de se libertar sexualmente e ter domínio do próprio corpo. A onda da “Revolução Sexual” envolvia o desnudamento dos corpos, principalmente os femininos, e a vontade de transformar os costumes tendo como base a efervescência cultural, ideológica e política. Hoje, na segunda década do século XXI, já é visto um movimento inverso.

Preocupados com a banalização da sexualidade, movimentos, em especial os religiosos, tentam retomar a vivência da castidade e preservação do ser virgem até o casamento. Em Londrina, estão sendo distribuídas nas paróquias a cartilha “O verdadeiro Amor espera” da Comissão de Defesa da Vida da arquidiocese.

Membro do grupo desde 2004, o advogado Carlos Augusto Costa, conta que a iniciativa surgiu depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, concedeu uma liminar dando a uma mulher o direito de abortar um bebê anencéfalo. Em Londrina, seis mil pessoas apoiaram um abaixo-assinado contra a decisão, que foi enviado ao STF, mostrando a desaprovação.

Em uma reflexão contínua de sete anos, a comissão sabe que o aborto deve ser prevenido e crê na castidade como resposta. “O sexo é a coisa mais linda e maravilhosa que Deus criou, mas houve uma desestruturação. Aquilo que foi criado para unir o homem e a mulher e transformá-los em família, acabou sendo utilizado para o simples gozo”, comentou.

Costa acredita que os jovens precisam ser informados da opção pela castidade. “Eles estão sendo vítimas de desinformação, pois ninguém fala a eles sobre o benefício de ser casto. Eles vêem apenas que se pode fazer sexo com camisinha. Eu já dei mais de dez palestras na Escola Estadual Nilo Peçanha e sempre pergunto aos meninos se eles gostariam de casar com uma menina que já esteve com dois, três homens e a resposta é unânime. Aí eu digo para as meninas: eles querem brincar com vocês, mas para casar eles querem uma virgem”, contou.

E no namoro?

Em uma época de hormônios explodindo e da maturação do corpo, viver a castidade em um namoro pode ser difícil, como confirma o casal de namorados, Júlia Martins, 20 anos, e Rodolfo Carvalho, 19. Participantes da Juventude Apostólica de Schoenstatt e juntos há um ano e cinco meses, escolheram se casar virgens.

“A minha decisão surgiu da vontade de se guardar para aquela pessoa que realmente me merece, que vai me amar e ficar comigo para o resto da vida. O sexo não pode ser banalizado, pois não é como beber água, mas é um ato de amor”, disse Júlia.

Para Rodolfo, a castidade vinha como um desejo interno de dar um presente à futura esposa. “Eu me imaginava com a pessoa certa e sabia que poderia ser uma ofensa à companheira, caso tivesse uma outra experiência sexual”, contou.

Para os jovens, a castidade só poder ser vivida com muito diálogo. “Tem que ter cumplicidade, companheirismo e amizade”, colocou Júlia. “Você não pode manter a sexualidade como um assunto fechado porque pode virar uma bomba. Mas tem que conversar e crescer junto, porque apesar das dificuldades, o namoro se aprofunda”, defendeu Rodolfo.

PostDateIcon dezembro 22nd, 2011 | PostAuthorIcon Author: Beto

Publicado no portal ODIARIO.COM, em 21 de dezembro de 2011.

Pois então, meus amados jovens, não caiam nas palavras do mundo de hoje, que diz que ter um namoro santo é impossível, é cafona, é besteira, coisa do passado e talz, pois é simplesmente algo normal. Tudo tem seu tempo. Primeiro você nasce, aprende a falar e depois a pedir, cria dentes primeiro para depois comer, anda e depois corre, namora e depois casa, para então constituir uma linda família, conforme Deus quer!
Não façam de suas vidas e corpos simples instrumentos de prazer, pois como diz à cima, ninguém quer casar com quem já dormiu com um monte, certo?
Você vai estar se valorizando, se guardando para o momento certo e fazendo a vontade de DEUS.

Deus em Gênesis diz: “E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.” Portanto, Deus quer sim que haja a união entre o homem e a mulher, mas tudo tem a hora certa, assim como também fala no Sexto Mandamento – Não pecar contra a castidade, pois Deus implantou no homem e na mulher a capacidade e   a responsabilidade do amor e da comunhão. “Crescei e multiplicai-vos” (Gn 1,28), e a união no casamento é uma maneira de imitar, na carne, a generosidade e   fecundidade do Criador. “O homem deixa seu pai e sua mãe, se une à sua mulher, e   eles se tornam uma só carne” (Gn 2,24) .
Há tambem outra passagem: Todo aquele que olha para uma mulher com desejo   de possuí-la já cometeu adultério com ela em seu coração” (Mt 5,   27-28).

Pense nisto e em como você tem levado sua vida, pois talvez você não queira o mesmo para seus  filhos no futuro.
Fiquem com Deus!

 

Cássia Akiko Kawamura

 

fontes:http://www.catequisar.com.br/texto/materia/especial/mandamentos/06.htm, http://centralcatolica.com/index.php/show/post/752

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.